23 setembro 2011

Top 10 dos transtornos mentais de acordo com a psiquiatria





Ao longo da história a ciência o a pseudociência, juntamente com algumas linhas de pensamento psiquiátrico, tem sido utilizada para estigmatizar e controla as pessoas, principalmente os que expressam o seu pensamento livre ou os que são contra determinado sistema social ou político. Vamos apresentar uma lista com os 10 transtornos mentais controversos e que já foram apoiados pela ciência.





10º - A Histeria Feminina


Este era um diagnóstico comum dado a mulheres briguentas e desobedientes, que vem desde a Grécia antiga. Filósofos como Hipócrates e Platão consideravam o ventre como uma criatura viva que vagava pelo corpo da mulher e que muitas vezes causavam a doença. A palavra histeria vem da palavra grega que designa útero.

Insônia, nervosismo, irritabilidade, perda de apetite, retenção de líquidos, espasmos musculares e muitos outros sintomas foram ditos resultados do “ventre errante”: a histeria. Este era um diagnóstico comum para freiras, virgens e viúvas por toda a idade média, mas foi no século 19 na América e Europa que os diagnósticos de histeria explodiram, criando um amplo mercado de vibradores, duchas e outros dispositivos similares. Os médicos costumavam receitar para as pacientes, sexo e masturbação, geralmente realizado pelo próprio médico, até que a paciente apresentasse o Paroxismo Histérico (Orgasmo).




9º - Homossexualidade




A homossexualidade era e ainda é em alguns países considerado um transtorno mental. A Associação americana de Psiquiatria desclassificou a homossexualidade como doença em 1973, na China até 2001 os gays eram considerados doentes mentais. Em várias partes do globo os homossexuais são considerados insanos e imorais, e os seus atos passíveis de punição que incluem prisão e até mesmo a morte.



8º - Drapetomania






Drapetomania era uma “doença mental” descrita pelo médico americano Samuel Catwright em 1851, e segundo ele esta doença fazia com que os negros escravos sentissem vontade de fugir, e como medida preventiva para tal doença era aconselhado chicotear o escravo sem que houvesse um motivo para isto.




7º - Disaetesia Aetiópica





Outra “doença” diagnosticada pelo Dr. Samuel Catwright, que era um transtorno mental que assolava principalmente os negros livres, levando eles a vagabundagem e malandragem. E mais uma vez o diagnóstico salvador para este mal eram várias chicotadas no “paciente”



6º - Desordem Afetiva Sazonal






Esta desordem moderna sugere que a pessoa que se sentir triste no inverno e alegre no verão é um distúrbio de ordem mental (?). Para combater tal doença recomenda-se o uso de luzes especiais para a simulação de luz solar e até antidepressivos.



5º - Quimiofobia






Apesar de que a palavra traduzida literalmente signifique “medo de produtos químicos”, este termo é utilizado por psicólogos, cientistas e organizações para descrever as pessoas que tem preocupações com o artificial, principalmente no quesito alimentação. Alguns artigos científicos enfatizam que a idéia de que os nossos corpos estão se tornando verdadeiras lixeiras de produtos químicos industrializados é totalmente equivocada, é uma paranóia que precisa ser combatida. Distúrbio mental bem conveniente para a indústria alimentícia.



4º - Ortorexia Nervosa







Segundo o seu descobridor, Steven Bratman, a ortorexia também conhecida como “Distúrbio da alimentação saudável” é uma fixação por comer alimentos saudáveis e evitando assim excessos de açúcar, gordura, sal, álcool, conservantes, glúten e etc. Esta condição não é reconhecida oficialmente pela Associação Psiquiátrica Americana, mas é promovida por alguns grupos.




3º - Autismo






Este item pode causar certa polêmica, mas os pontos levantados aqui sobre o motivo do Autismo é a falta de objetividade médica em relação aos fatores determinantes do autismo, o que existe é uma lista vaga de características comportamentais que podem te enquadrar como autista.

Os sintomas que foram determinados pela Sociedade Americana de Autismo incluem a insistência na mesmice, contato com os olhos pouco ou nenhum, fixação com determinados objetos ou assuntos, e preferência a estar sozinho. Estes sintomas vagos podem fazer com que uma criança que seja diferente, tímida ou introvertida seja diagnosticada como autista e passe a ser tratada com medicação e acompanhamento especial.

Seguindo a linha de raciocínio do diagnóstico do autismo, podemos  então “firmar” que pessoas com manchas, cistos ou marcas na pele são portadores de câncer de pele.




2º - ADHD





Uma gigantesca e rica indústria se desenvolveu em torno desta doença supostamente mental. Nos Estados Unidos cerca de seis milhões de crianças forma diagnosticadas com este transtorno, onde é receitada uma série de remédios, a maioria com efeitos colaterais terríveis como dores de cabeça crônicas, pressão alta, letargia, convulsões, enfraquecimento do sistema imunológico, crescimento atrofiado, depressão, pensamentos suicidas e até a morte. Pesquisas apontam que uma dieta rica em açúcar refinado, glúten e lactose podem causar o tal transtorno.



1º - Transtorno de Personalidade






O que define um transtorno de personalidade é “um padrão persistente de vivência íntima e comportamento que se desvia acentuadamente das expectativas da cultura do indivíduo que a exibe”. Esta definição levanta uma questão muito importante sobre todos os ditos distúrbios psicológicos, pois a maioria deles está ligada aos padrões culturais de normalidade.

Se você não se enquadra no que a sociedade quer que você seja, um possível diagnóstico mental pode te perseguir, as palavras desordem ou doença implicam uma desvantagem, uma incapacidade de funcionar com sucesso. Bill Gates é considerado por muitos como autista e isto não fez com que ele fosse incapaz, muito pelo contrário.

Boa parte destas “desordens” são frutos de uma sociedade que quer enquadrar o ser humano de qualquer jeito, o diferente sempre vai ser rotulado até que ele se submeta ao senso comum.




Fonte : 
http://www.jornalciencia.com/index.php?option=com_content&view=article&id=887:os-10-transtornos-mentais-mais-controversos-na-psiquiatria&catid=146:diversos&Itemid=531

20 setembro 2011

O "stent" ajuda , mas nem tanto...

Os stents que são colocados nas artérias do cérebro para prevenir o risco de um AVC ( acidente vascular cerebral , conhecido na linguagem popular por " derrame " ) também fazem aumentar esse mesmo risco.  Nos revela um estudo que está sendo realizado nos Estados Unidos.

O stent é um dispositivo mecânico que se utiliza nas artérias coronárias para dilatá-las e prevenir a aparição ou a repetição de um infarto por obstrução sanguínea.
Há seis anos a autoridade americana de controle dos medicamentos, a Food and Drug Administration (FDA), autorizou em caráter excepcional um promissor dispositivo, denominado Wingspan, também destinado a prevenir derrames no cérebro.

O pequeno aparelho foi implantado em milhares de pacientes, mas um estudo publicado nesta quarta-feira na revista especializada New England Journal of Medicine revela que os ataques e mortes registrados nesse grupo de pessoas são mais frequentes que entre os pacientes de risco não tratados com o dispositivo.

O estudo foi patrocinado pelo Instituto Nacional da Saúde dos Estados Unidos onde foram analisados a evolção em cerca de 451 pacientes chegou-se a conclusão que a taxa de um ataque ou de morte nos primeiros 30 dias era de 14,7 % entre os pacientes com stents em relação ao índice de 5,8 % dos tratados exclusivamente com  remédios.

16 setembro 2011

Mendel , "O Pai da Genética"


Gregor Johann Mendel (Heizendorf, 20 de Julho de 1822 — Brno, 6 de Janeiro de 1884) foi um monge agostiniano, botânico e meteorologista austríaco.
Nasceu na região de Troppau (hoje chamada Opava), na Silésia, que então pertencia à Áustria , e viria a ser batizado a 22 de Julho, que muitas vezes se confunde com a sua data de nascimento, vindo de uma família de humildes camponeses. Na sua infância revelou-se muito inteligente; em casa costumava observar e estudar as plantas. Sendo um brilhante estudante, a sua família encorajou-o a seguir estudos superiores e, mais tarde, aos 21 anos, a entrar num mosteiro da Ordem de Santo Agostinho em 1843 (actual mosteiro de Brno, República Checa) pois não tinham dinheiro para suportar o custo dos estudos. Obedecendo ao costume, ao tornar-se monge optou por outro nome: "Gregor". No mosteiro, Mendel tinha a seu cargo a supervisão dos jardins.
Estudou, ainda, durante dois anos, no Instituto de Filosofia de Olmütz (hoje Olomouc, República Checa) e na Universidade de Viena (1851-1853). Entre 1843 a 1854 tornou-se professor de ciências naturais na Escola Superior de Brno, dedicando-se ao estudo do cruzamento de muitas espécies: feijões, chicória, bocas-de-dragão, plantas frutíferas, abelhas, camundongos e principalmente ervilhas, cultivadas na horta do mosteiro onde viveu analisando os resultados matematicamente durante cerca de sete anos. Gregor Mendel, "o pai da Genética", como é conhecido, foi inspirado tanto pelos professores como pelos colegas do mosteiro, que o pressionaram a estudar a variação do aspecto das plantas. Propôs que a existência de características das flores (tais como a cor) são devidas à existência de um par de unidades elementares ("factores") de hereditariedade, agora conhecidas como genes.

14 setembro 2011

Cientistas querem saber o que acontece no nosso corpo quando estamos com raiva


Sabemos que nos momentos de raiva o coração dispara , a pressão aumenta .E muitos podem ser os motivos :  Fila demorada nos  bancos , discussões no trânsito,o chefe pegando no seu pé , etc
Mas o que acontece no nosso corpo no ápice do ódio ? Foi o que cientistas espanhóis da Universidade de Valência estudaram e analisaram as mudanças no sistema cardiovascular, hormonal e reposta ao sistema assimétrico do cérebro . Os pesquisadores induziram raiva em 30 homens, através de um método composto por 50 frases na primeira pessoa que refletem justamente situações cotidianas que despertam o sentimento. Antes e depois da experiência mediram o batimento cardíaco, a pressão arterial e os níveis de testosterona e cortisol de cada paciente.

No geral, o que foi concluído é que nos momentos de raiva, o coração dispara, a pressão aumenta, assim como a testosterona, mas o cortisol, o hormônio que responde ao estresse, diminui. Interessante mesmo foi a análise do sistema assimétrico do cérebro, pois contradisseram teorias anteriores.
A primeira rezava que a região esquerda frontal do cérebro é aquela ativada nos momentos de emoções positivas, enquanto a direita fica para as emoções negativas. Além disso, acreditava-se que a região frontal esquerda estava relacionada com emoções que geram retiro e intimidade, enquanto a direita fica com aquelas que motivam uma retirada ou fuga.


No caso da raiva, apesar de ser considerada uma emoção negativa, ela busca recolhimento e aproximação. Na verdade a pessoa quer se aproximar do que está lhe dando raiva e deseja arduamente eliminar esse motivo e não fugir. Os cientistas notaram que nos momentos de ódio, o ouvido direito trabalha mais e isso corrobora o fato de que o lado esquerdo do cérebro é que é acionado (entendeu porque é chamado de sistema assimétrico? O direito aciona o esquerdo e vice-versa).

Esse foi o primeiro estudo sobre o ódio e a raiva constando suas consequências em relação ao nosso sistema psicobiológico ou psicobiofísico em nosso organismo. Confirma a teoria de Darwin quando disse que os padrões das emoções são únicos e particulares.

Por que parar de fumar ? Veja aqui

13 setembro 2011

Vida fora da Terra





 " Se não existir Vida fora da Terra , 
   então o Universo será um grande desperdício de espaço."

                                                                                     (Carl Sagan )

09 setembro 2011

Três tipos de bactérias vivem em nosso intestino.

Em nossa atualidade estudiosos no assunto  mostram  que em nosso intestino existem 3 grupos de bactérias que convivem harmoniosamente em nosso organismo sem causar danos a nossa saúde. Em um estado perfeito de simbiose.
Nesta pesquisa foram nomeadas de acordo com o gene dominante , ou seja , o gen mais marcante presente na composição genética da bactéria. Estão elas assim catalogadas :  Bacteróides, Prevotella e Ruminococcus.  O gênero Bacteróide é responsável pela quebra dos carboidratos em vitaminas C, B2, B5 e H; o Ruminococcus auxilia as células no processo de absorção de glicose e o Prevotella fornece ácido fólico e vitamina B1. Os cientistas ainda concluíram que a composição da população bacteriana influencia no nosso peso e pode determinar as razões para uma possível doença.

Este estudo está publicado na Revista Nature e foram também realizados 400 testes que comprovaram os anteriores já realizados. O que os pesquisadores ainda não sabem é como essa microflora é regulada em nosso  organismo . Se é feita aleatoriamente ou se obedece algum componente externo. Qual a sua opinião ?

23 maio 2011

Os alvos da Osteosporose são coluna e quadril

De início vamos entender o que é a osteosporose. Esta doença aparece principalmente em mulheres na faixa dos 60 anos. Os ossos ficam fracos e quebradiços, na verdade, ficam "ocos". Ela diminui a resistência dos ossos do corpo tornando-os extremamente frágeis favorecendo o risco para fraturas. A principal causa é o desequilíbrio entre a absorção e a formação de tecido ósseo.

As mulheres são as maiores vitimas porque possuem menor massa óssea que os homens. A osteosporose também está ligada diretamente com o histórico familiar, pelas características genéticas, sexo, idade, raça, peso e altura.

Após a menopausa as mulheres tem maiores chances de ter a doença. Devido nesta idade, a dificuldade dos ossos em absorver o cálcio adquirido pela alimentação e
estando este, ainda circulante no sangue.

Os pontos de mais perda óssea e sem reposição do cálcio, ou seja , as partes do corpo que a doença prefere, são as vértebras lombares que na maioria das vezes são indolores e podem causar deformidades. E o segundo é o quadril que pode levar à imobilidade e até invalidez, diante da dificuldade de cicatrização das fraturas no local.
O diagnóstico consiste na rotina de exames anuais de Densidometria Óssea. As mulheres na fase da menopausa ou pré-menopausa não podem fugir deste exame. Ele vai ajudar e muito na detecção inicial da doença, o que é bastante importante para o tratamento ter sucesso.

O tratamento inicial é com a suplementação de cálcio e reposição hormonal. Além da atividade física específica com supervisão de um profissional para controlar e estabilizar o quadro.

17 maio 2011

Descobertas Científicas ao acaso II : O Viagra

Dando continuidade à série do blog sobre as principais descobertas científicas feitas ao acaso a descoberta que trago hoje é sobre o Viagra.
A sexualidade humana sempre foi um tabu em muitas culturas, mas atualmente ela é tratada de uma forma mais aberta. O Viagra foi uma passo muito importante para o equilíbrio da vida conjugal, especificamente para indivíduos
que perderam a função da ereção, por causas diversas.
Sua descoberta foi um fato inesperado para Ciência.
Bem, os cientistas estavam seguindo uma linha de pesquisa para o tratamento da Angina, que consiste em uma patologia cardíaca onde o paciente tem dor no peito com frequência ao simples fato de caminhar mais rápido , por exemplo, devido a falta de oxigenação no músculo cardíaco.
O interessante vem agora, os pesquisadores observaram que a medicação recém-criada, o viagra, não cessava a dor da angina, pelo contrário, a irrigação sanguínea não era estimulada no coração, não , mas em uma outra parte do corpo. Os pacientes que usavam a medicação ficavam todos com ereção. Alguns ficavam até constrangidos , porque não sabiam o motivo de tal fato.
E hoje o Viagra é considerado um dos principais medicamentos utilizados para a impotência sexual.

16 maio 2011

O alho como um ótimo aliado da saúde

O alho ajuda à diminiur a taxa do mau colesterol presente no organismo e evitar a pressão alta e de quebra auxiliar na circulação sanguínea.
Entre esses benefícios ainda constam que o alho combate o aparecimento do câncer, também funcionando como antibiótico natural, já que estudos comprovam sua eficácia no combate ao Helicobacter pylori, que ataca a mucosa do estômago facilitando o surgimento da úlcera.
O aminoácido cisteína, presente neste alimento, é ótimo porque protege o fígado de
substâncias tóxicas. Já a arginina estimula o hormônio do crescimento e fortalece o sistema imunológico.

Porém, não basta usar o alho como tempero para obter os benefícios oferecidos por ele. Quando ele é frito lá se vão em bora tudo que ele tem de melhor para nós, perdendo todas propriedades medicinais. O que devemos fazer, então, é comê-lo junto com a comida e amassado , de preferência.
Ou quem achar melhor pode também fazer o chá de alho. É uma outra alternativa para se evitar o alho junto com as principais refeições.


13 maio 2011

O leite materno é muito melhor do que a gente pensa.


Todos nós sabemos que o leite materno é muito bom para as crianças, não é?
Mas, em um estudo feito na Inglaterra pesquisadores concluíram que bebês alimentados por quatro ou mais meses ( o ideal é até seis meses)tem menos complicações comportamentais. Este estudo envolveu dez mil mães e seus respectivos bebês.

Na lista dos benefícios do leite materno encontra-se bons resultados em relação à imunidade. Crianças amamentadas por este suporte
alimentar orgânico, têm menores chances de adquirir doenças infecto-contagiosas além de prevenir a obesidade no futuro.

O leite das mamães tem grande quantidade de ácidos graxos, bem como , componentes que estimulam o hormônio do crescimento, que são importantes para o desenvolvimento cerebral e do sistema nervoso. Mas, mães que amamentam também ficam mais próximas dos filhos o que poderia significar que os bebês assimilam com maior facilidade algo sobre comportamentos aceitáveis.
As mamães ou , futuras mamães, também devem saber que o leite materno não tem necessidade do uso de qualquer complemento , ele já vem "prontinho"da natureza e preparado na d
ose certa sendo o alimento ideal para criança. E vamos derrubar o mito de que , "ah , meu leite é fraco." Não existe leite fraco, pessoal. Nas primeiras vezes da amamentação o leite tem um característica mais aquosa e aparenta não ser muito consistente, é chamado de Colostro, o que causa uma confusão para as mães que pensam que ele é fraco, onde na verdade este leite aí é rico em anticorpos que irão reforçar ainda mais a imunidade do baby.

Então, o que deve ficar entendido?

1. Se é leite é só leite pro bebê.
2. E não existe leite fraco. Ok ?
3. O Leite Materno é o alimento mais completo que existe para o bebê.

11 maio 2011

Dor no Estômago? Olha a dica !

Todo mundo dá uma "escapadinha" e abusa na hora de comer, né?
Bem, os gastroenterologistas nos orientam que o primeiro passo é parar de fumar e ingerir bebidas alcoólicas que não só afetam o estômago,mas os órgãos em geral. Correto?
E também o óleo , creme de leite e manteiga dificultam a digestão.
A carne gorda também está incluída nesta lista negra.

A gastroenterologista da Universidade Federal de São Paulo, Luciana Lobato, alerta quanto ao consumo exagerado de líquidos às refeições que fazem
com que o estômago se dilate e provoque o incômodo. O famoso termo: "estômago cheio".
Além de diluir as enzimas que irão atuar no processo da digestão. Por isso é recomendado o limite de 200ml por refeição.

Outro mau hábito que nós, às vezes, cometemos é ir se deitar após às refeições, almoço, jantar, quase ninguém faz isso não é ?, pois é.
Na posição horizontal podemos provocar o refluxo estomacal, principalmente se o reservatório
alimentar estiver muito cheio.

São essas algumas dicas pra gente comer bem e viver bem.

07 maio 2011

Descobertas Científicas feitas ao acaso I : O Raio X

O tão conhecido Raio X pelos profissionais da Saúde e também pelo público em geral foi descoberto por acaso.

William Roentgen ,físico, estava tentando fazer com que uma corrente elétrica atravessasse um tubo de vidro com gás em seu interior. O gás brilhou inesperadamente. Para continuar com sua experiência sem aquele brilho incômodo, recobriu então o tubo com um papel grosso.
O brilho manteve-se, mas desta vez vinha de uma tela tratada com elementos pesados, situada a alguns metros de distância.

Depois de algumas experiências, compreendeu que tinha descoberto um raio que passava atraves de elementos leves, mas não dos pesados : Os Raio X.

06 maio 2011

Um dos alimentos mais saudáveis para as grávidas. O ômega 3

Segundo recente estudo feito nos Estados Unidos, a substância é excelente para grávidas, além de combater com eficácia o envelhecimento.
A pesquisa descobriu que o consumo de ômega 3 no caso das futuras mamães, diminui o risco de D.P.P. (Depressão Pós-Parto).
Auxiliando ainda no desenvolvimento do bebê.

O consumo ideal desta substância é a ingestão de pelo menos três vezes na semana, nisso fica muito reduzido a possibilidade de surgimento da doença.


Fontes do Ômega 3:

A principal fonte de alimento é o peixe.
O salmão, sardinha e cavala são boas opções , já que também são ricos em proteínas e minerais.
Alguns vegetais, óleo de canola, óleo de soja e semente de linhaça possuem igualmente a rica substância.



Sabendo um pouco mais sobre a D.P.P. :


A D.P.P. é uma patologia que atinge 25% das mães e afeta as relações familiares.
Neste caso, a mãe ( parturiente) sente uma rejeição exarcebada pelo bebê , a ponto deste correr sério risco de morte ou abandono pela mãe enferma.
É de extrema importância que ela seja encaminhada a tratamento médico , com ajuda de psicólogo, e há casos de necessitar também de um psiquiatra que atuaram em conjunto.
Associando medicação e pscicoterapia na recuperação desta mãe.

29 abril 2011

Cientistas descobrem 18 genes associados à obesidade.

Cientistas descobriram recentemente as bases genéticas da obesidade depois que associaram 18 genes ligados à obesidade em geral.

"Nosso objetivo é explicar porque cada pessoa tem certa suscetibilidade diferente à obesidade" diz : Joel Hirschhorn , do Instituto Broad do MIT em Harvard ,ele integra um consórcio que envolve mais de 400 cientistas de 280
instituições de todo o mundo.
O local onde a gordura se armazena não é assunto trivial.
As pessoas que tendem armazenar mais gordura na região abdominal correm maior risco de sofrer problemas cardiovasculares e diabetes do que
aquelas que armazenam nos quadris.

Então o chamado " pneuzinho"
é um importante indicador que mede o risco de infarto.
Conhecer as zonas do genoma que
determinam a gordura e o porquê desta preferência de depósito, se no abdome ou quadril, e ainda , como isto pode ser um fator diferenciador entre homens e mulheres
é o que a Ciência quer saber.

Atualmente a obesidade é uma patologia que está no "ranking" da segunda maior causa de morte evitável atrás somente do fumo, nos países desenvolvidos.


22 abril 2011

Mulheres estão superando os homens em tudo. Até na bebida.

As brasileiras estão cada vez bebendo mais, apontam as pesquisas. Esta afirmativa é feita pelo Ministério da Saúde, onde registra que o número de mulheres a consumir bebida alcoólica subiu de 8,2% para 10,6%.
E entre os homens variou de 25,5% a 26,8%. Temos um total de 18% de brasileiros que bebem mais do que deveriam, no caso dos homens cinco doses a mais e das mulheres quatro doses a mais para um mesmo dia.

18 abril 2011

Maçã combate colesterol alto. Além de outros benefícios.

Sabemos que uma das propriedades desta fruta é auxiliar na perda de peso devido à uma substância que ela contém, a pectina. Consegue-se um resultado satisfatório no emagrecimento com a ingestão de quatro a cinco maçãs ao dia.

Porém em uma recente pesquisa realizada nos Estados Unidos, feita com mulheres, estudiosos observaram que comer 75g da maçã desidratada , durante seis meses po
de diminuir bastante os níveis de colesterol ruim (LDL).


Durante este estudo também ficou comprovado que os riscos de doenças cardíacas e acidente vascular cerebral (derrames) diminuíram, além da quantidade de colesterol bom (HDL) ter aumentado em 4%.

Portanto, vamos adotar o hábito de comer maçã todos os dias. Vale a pena tentar, não é ?

02 abril 2011

Você sabe o que é Síndrome de Burnout?


Não é segredo pra ninguém que trabalhar atualmente na área da saúde não está nada fácil, concorda? Pois bem, menos conhecida pelo público em geral , porém cada vez mais comum, a Síndrome de Burnout , onde traduzindo quer dizer "COMBUSTÃO", vem sendo uma das conseqüências mais marcantes do estresse no trabalho, tendo como a avaliação negativa de si mesmo, e insensibilidade em relação a quase tudo e todos como sua característica em geral. Um comportamento agressivo e irritadiço constante também faz parte do quadro que se manifesta.
Um detalhe é que esta Síndrome vem sendo observada em profissionais que atuam na assistência direta a outro ser humano, devido às exigências no contato interpessoal, sobrecarga de trabalho e da carga horária do profissional. É o caso de Enfermeiros, Médicos, Bombeiros , Professores e Psicanalistas.

Para quem é vítima de Burnout procurar a ajuda médica é de fundamental importância.

22 março 2011

Alimentação Saudável

Nosso organismo é o reflexo do que nós comemos , certo? Portanto, alguns hábitos fazem a
diferença :


*Alimente-se mais vezes ao dia e em quantidades menores. A digestão na terceira idade é mais lenta;

* Ingerir líquidos é bom em qualquer época da vida;

* Alimentos ricos em fibras facilitando o funcionamento intestinal: prefira verduras e frutas cruas (estas limitadas a quatro porções ao
dia), pães e cereais integrais e legumes;

* Coma diariamente alimentos ricos em cálcio e vitamina D;

* Evite bebidas alcoólicas;

* O mais indicado é ter uma dieta orientada por nutricionista, para evitar escassez ou excesso de cada grupo alimentar necessário de acordo com sua faixa etária.

08 março 2011

Realizado o primeiro transplante de brônquio.


Hoje soube de uma notícia muito interessante no mundo da Medicina. Da Ciência em geral.

Vejam só:

Médicos do Hospital Bobigny, nos arredores de Paris, anunciaram uma cirurgia inédita. Realizaram um transplante de brônquio em um paciente de 78 anos com câncer pulmonar.
Para evitar a retirada completa do órgão foi feito o procedimento com um brônquio artificial.

A operação ocorreu em outubro de 2009 , mas somente agora foi divulgada.

A cirurgia :
Foi removida a parte do brônquio atingida pela doença
e substituída por uma outra contruída artificialmente a partir de uma aorta reconstituída.

O brônquo artificial :
O brônquio artificial foi feito a partir de um stent ( dispositivo de metal normalmente utilizado para desobstruir artéria) recoberto por tecido da aorta de um doador morto. A vantagem neste procedimento é que não será preciso por parte do paciente o uso de drogas contra a rejeição contra indicado a doentes com este tipo de patologia, porque o tecido da artéria constitui a matriz de células brônquicas, que coloniza a região reconstituindo todo o tecido e dando origem a um novo brônquio desta vez do receptor.


Vale a pena relembrar a anatomia do brônquio.
Bem, vamos lá : se assemelham a tubos e são formados por anéis de cartilagem que conduzem ar (oxigênio) aos pulmões.

É... mais um vez a Ciência indecepcionável, não é ?

04 março 2011

Dicas para combater os efeitos do Stress


Olá !

Hoje vim falar sobre o Stress. Tão presente nos nossos dias, principalmente nesses dias festeiros como o Carnaval, Natal etc. em que tudo fica mais difícil, o trânsito tumultuado, pessoas apressadas de um lado a outro. Bem, o stress nada mais é do que a reação do corpo a qualquer situação que envolva uma tensão física ou psicológica em que uma descarga de adrenalina, um hormônio que afeta os aparelhos circulatório e rspiratório. Por isso o coração e a respiração ficam acelerados. Com o tempo o quadro pode se complicar com a presença de cansaço mental, falta de apetite, ansiedade e agitação na hora de dormir , ou seja , insônia.
Agora, como evitar esses efeitos ?
Vamos lá :
Praticar exercícios físicos nos ajudam a diminuir a tensão do dia a dia e o estado de irritação, além de influenciar positivamente a circulação.
E mantermos uma postura de auto-controle diante de situaçãoes que provoquem raiva e asiedade para isto basta recorrer a uma boa leitura.

Então? Vamos experimentar ?

26 fevereiro 2011

Meu Aniversário de 1 ano.

Nossa , o tempo corre mesmo. Não poderia deixar em branco. Hoje faz exatamente 1 ano de postagem no SimpleCiência. Fico muito feliz de poder compartilhar idéias, pesquisas pela Blogosfera
Gostaria de ter mais tempo de dedicação com relação às postagens, mas pretendo melhorar.
Até breve.

22 fevereiro 2011

Buscar selo para seu Blog




Ofereço este selo a Elaine , do blog "Um pouco de mim" que gentilmente auxiliou-me à confeccioná-lo. bjus, Elaine. Ao Rodrigo do blog "Informação Virtual" e a Cristhiane do "Cantinho do Blog". Agradeço a vocês pelas informações colhidas desta blogueria iniciante.


Regras para aquisição deste selo :

1 - Publicar o selo e dizer quem ofereceu ;

2 - Comentar o blog da criadora ;

3 - Oferecer no mínimo a 3 blogs que admiras (ou a quem quiser levar). Com o repasse das regras;

Responder esta pergunta :

Qual foi a descoberta científica que mais lhe causou admiração?




16 fevereiro 2011

O Aluno Einstein



Alemanha - Inicio do século 20:


Durante uma conferência com vários universitários, um professor da Universidade de Berlim desafiou seus alunos com esta pergunta:


- Deus criou tudo o que existe?
Um aluno respondeu com grande certeza:
- Sim, Ele criou!


-Deus criou tudo? Perguntou novamente
o professor.

-Sim senhor, respondeu o jovem.


O professor indagou:
-Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal? Pois o mal existe, e partindo do preceito de que nossas obras são um reflexo de nós mesmos, então Deus é mau?
O jovem ficou calado diante de tal resposta e o professor, feliz, se regozijava de ter provado mais uma vez que a fé era uma perda de tempo.


Outro estudante levantou a mão e disse:


- Posso fazer uma pergunta, professor?
- Lógico, foi a resposta do professor.


O jovem ficou de pé e perguntou:
- Professor, o frio existe?


- Que pergunta é essa? Lógico que existe, ou por acaso você nunca sentiu frio?
Com uma certa imponência rapaz respondeu:


- De fato, senhor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio, na realidade é a ausência de calor. Todo corpo ou objeto é suscetível de estudo quando possui ou transmite energia, o calor é o que faz com que este corpo tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor, todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Nós criamos essa definição para descrever como nos sentimos se não temos calor.


- E, existe a escuridão? Continuou o estudante.
O professor respondeu temendo a continuação do estudante: Existe!


O estudante respondeu:
- Novamente comete um erro, senhor, a escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz. A luz pode-se estudar, a escuridão não! Até existe o prisma de Nichols para decompor a luz branca nas várias cores de que está composta, com suas diferentes longitudes de ondas. A escuridão não!


Continuou:
-Um simples raio de luz atravessa as trevas e ilumina a superfície onde termina o raio de luz.
Como pode saber quão escuro está um espaço determinado? Com base na quantidade de luz presente nesse espaço, não é assim?! Escuridão é uma definição que o homem desenvolveu para descrever o que acontece quando não há luz presente.
Finalmente, o jovem perguntou ao professor:


- Senhor, o mal existe?
Certo de que para esta questão o aluno não teria explicação, professor respondeu:
- Claro que sim! Lógico que existe. Como disse desde o começo, vemos estupros, crimes e violência no mundo todo, essas coisas são do mal!
Com um sorriso no rosto o estudante respondeu:
- O mal não existe, senhor, pelo menos não existe por si mesmo. O mal é simplesmente a ausência do bem, é o mesmo dos casos anteriores, o mal é uma definição que o homem criou para descrever a ausência de Deus. Deus não criou o mal. Não é como a fé ou como o amor, que existem como existem o calor e a luz. O mal é o resultado da humanidade não ter Deus presente em seus corações. É como acontece com o frio quando não há calor, ou a escuridão quando não há luz.

Por volta dos anos 1900, este jovem foi aplaudido de pé, e o professor apenas balançou a cabeça permanecendo calado. Imediatamente o diretor dirigiu-se àquele jovem e perguntou qual era seu nome?
E ele respondeu:
Albert Einstein, senhor!

Você sabe a diferença entre um Ataque Cardíaco e um Infarto?








O coração funciona como uma bomba de ejeção de sangue para todo o corpo humano. Quando se contrai, distribui sangue pelas artérias; e quando se dilata, traz o sangue de volta para dentro dele, pelas veias. A parada cardíaca ocorre quando o coração para de funcionar. Nessa condição, ele deixa de exercer a função de bomba, inviabilizando a circulação do sangue pelo organismo.
De acordo com o cardiologista e diretor da Unidade Clínica de Coronariopatias Agudas do Incor HC/FMUSP, doutor José Carlos Nicolau, o infarto é a causa mais comum de parada cardíaca na população.
“Além de fazer com que o sangue circule pelo corpo, o coração também precisa de sangue para o próprio funcionamento. Quando há obstrução de um vaso que alimenta o órgão, a região relacionada a esse vaso pode vir a morrer. Isso é o infarto do miocárdio (do coração)“, explica, acrescentando que o infarto tem tamanho e repercussão variáveis, dependendo do vaso que tiver sido obstruído.
De 3.439 infartados, atendidos no Incor nos últimos dez anos, 479 tinham 50 anos ou menos. O especialista lembra que, quando há uma parada cardíaca, é fundamental que haja atendimento rápido.
“Em alguns casos, é possível reverter o quadro. Quando o atendimento é feito prontamente, diminuem-se os riscos de lesão cerebral”, informa.
Além do infarto, há outras diversas causas que podem levar à parada cardíaca, como insuficiência cardíaca em fase terminal, embolia pulmonar, arritmia cardíaca congênita, entre outras.

Fonte: http://www.vocesabia.net/

11 fevereiro 2011

Medicamento "à base de cury" pode ajudar na recuperação do cérebro pós AVC.

WASHINGTON (AFP) - Testes realizados com cobaias animais sugerem que um novo medicamento híbrido, fabricado em parte com curry, pode ajudar a regenerar os neurônios depois de um acidente vascular cerebral (AVC), indicaram pesquisadores americanos nesta quinta-feira.
O composto molecular do curry contém curcumina, um pigmento natural de cor amarela extraído do açafrão (Curcuma longa ou açafrão-da-terra) muito popular no sudeste asiático e no Oriente Médio.
Testes em humanos com o medicamento, que restaura as ligações que alimentam os neurônios, poderão ter início em breve, de acordo com o cientista Paul Lapchak, do conceituado centro médico Cedars-Sinai.
A nova droga não ataca os coágulos que provocam o AVC, mas, quando administrada durante uma hora EM coelhos (que seria equivalente a três horas para humanos), "reduziu os 'déficits motores' - problemas musculares e de coordenação motora - provocados pelo derrame", segundo o estudo.
O composto híbrido, chamado de CNB-001, "atravessa a barreira hematoencefálica, é rapidamente distribuído no cérebro e regula uma série de mecanismos cruciais envolvidos na sobrevivência dos neurônios", explica Lapchak.
O especialista apresentou suas conclusões no Congresso sobre Acidentes Vasculares Cerebrais da Associação Internacional do Coração.
Lapchak destaca que o tempero em si não apresenta os benefícios do medicamento, uma vez que não é bem absorvido pelo organismo e não é capaz de atingir seu objetivo em altas concentrações.
Além disso, sua entrada no cérebro é naturalmente bloqueada pelo mecanismo de proteção conhecido como barreira hematoencefálica, que filtra as substâncias que chegam ao sistema nervoso central através da corrente sanguínea.
Conhecido como ativador do plasminogênio tecidual (tPA), a substância é injetada diretamente na veia para dissolver coágulos e restituir o fluxo sanguíneo.

05 janeiro 2011

Papo rápido sobre Diabetes Mellitus

Definição

Diabetes mellitus é uma doença que caracteriza-se pelos valores sanguíneos de glicose (um açúcar simples) que são anormalmente altos dado que o organismo não libera insulina ou utiliza-a inadequadamente.
Com frequência os profissionais de saúde usam o nome completo de diabetes mellitus para distinguir esta doença da diabetes insípida, mais rara. As concentrações de açúcar (glicose) no sangue variam durante o dia. Aumentam depois de cada refeição, recuperando-se os valores normais ao cabo de duas horas. Estes situam-se entre 70 e 110 miligramas por decilitro (mg/dl) de sangue durante a manhã depois de uma noite de jejum normal, sendo inferiores aos valores de 120 a 140 mg/dl ao cabo de duas horas da ingestão de alimentos ou líquidos que contenham açúcar ou outros hidratos de carbono. Os valores normais tendem a aumentar ligeiramente e de modo progressivo depois dos 50 anos de idade, sobretudo em pessoas que levam uma vida sedentária.

Etiologia
A insulina, é um hormônio produzido pelo pâncreas, e é a principal substância responsável pela manutenção dos valores adequados de açúcar no sangue. Permite que a glicose seja transportada para o interior das células, de modo que estas produzam energia ou armazenem a glicose até que a sua utilização seja necessária. A elevação das concentrações de açúcar no sangue depois de comer ou beber estimula o pâncreas para produzir a insulina, a qual evita um maior aumento dos valores de açúcar e provoca a sua descida gradual. Dado que os músculos utilizam glicose para produzir energia, os valores de açúcar no sangue também diminuem durante a actividade física.

Causas

A diabetes manifesta-se quando o corpo não produz a quantidade suficiente de insulina para que os valores sanguíneos de açúcar se mantenham normais ou quando as células não respondem adequadamente à insulina. Na denominada diabetes mellitus tipo 1, a produção de insulina é escassa ou nula. Apesar de se tratar de uma doença com uma alta prevalência, só 10 % de todos os diabéticos tem a doença tipo 1. A maior parte dos doentes que sofrem de diabetes tipo 1 desenvolvem a doença antes dos 30 anos.

Os cientistas acreditam que um fator ambiental (possivelmente uma infecção viral ou um fator nutricional na infância ou na adolescência) provoque a destruição, pelo sistema imunitário, das células que produzem a insulina no pâncreas. É mais provável que seja necessária uma predisposição genética para que isto aconteça. Seja como for, na diabetes tipo 1 mais de 90 % das células que produzem a insulina no pâncreas (células beta) são destruídas de uma forma irreversível. A deficiência insulínica consequente é grave e, para sobreviver, uma pessoa com esta afecção deve injectar-se regularmente com insulina.

Na diabetes mellitus tipo 2, o pâncreas continua a produzir insulina, inclusive em valores mais elevados que os normais. Contudo, o organismo desenvolve uma resistência aos seus efeitos e o resultado é um relativo défice insulínico. A diabetes tipo 2 aparece nas crianças e nos adolescentes, mas em geral começa depois dos 30 anos e é mais frequente a partir desta idade. Cerca de 15 % dos doentes maiores de 70 anos sofrem de diabetes tipo 2. A obesidade é um factor de risco para a diabetes tipo II, já que os obesos se contam entre 80 % e 90 % das pessoas que sofrem desta doença. Também certas etnias e alguns grupos culturais correm um maior risco de desenvolver esta perturbação, sendo frequente, entre os que a sofrem, a existência de antecedentes familiares.

Outras causas menos comuns da diabetes são os valores anormalmente altos de corticosteróides, a gravidez (diabetes gestacional) e os medicamentos e substâncias tóxicas que interferem com a produção ou os efeitos da insulina, aumentando os valores de açúcar no sangue.

Sintomas
Os primeiros sintomas da diabetes relacionam-se com os efeitos directos da alta concentração de açúcar no sangue. Quando este valor aumenta acima dos 160 a 180 mg/dl, a glicose passa para a urina. Quando o valor é ainda mais alto, os rins segregam uma quantidade adicional de água para diluir as grandes quantidades de glicose perdida. Dado que produzem urina excessiva, eliminam-se grandes volumes de urina (poliúria) e, por conseguinte, aparece uma sensação anormal de sede (polidipsia). Como se perdem demasiadas calorias na urina, também se dá uma perda de peso e, como compensação, a pessoa sente muitas vezes uma fome exagerada (polifagia). Outros sintomas compreendem visão esfumada, sonolência, náuseas e uma diminuição da resistência durante o exercício físico. Por outro lado, se a diabetes está mal controlada, os doentes são mais vulneráveis às infecções. Por causa da gravidade do défice insulínico, é frequente que nos casos de diabetes tipo I se perca peso antes do tratamento. Em contrapartida, não acontece a mesma coisa na diabetes tipo 2.

Nos diabéticos tipo 1 os sintomas iniciam-se de forma súbita e podem evoluir rapidamente para uma afecção chamada cetoacidose diabética. Apesar dos elevados valores de açúcar no sangue, a maioria das células não podem utilizar o açúcar sem a insulina e, portanto, recorrem a outras fontes de energia. As células gordas começam a decompor-se e produzem corpos cetónicos, compostos químicos tóxicos que podem produzir acidez do sangue (cetoacidose). Os sintomas iniciais da cetoacidose diabética são: sede e micção excessivas, perda de peso, náuseas, vómitos, esgotamento e, sobretudo em crianças, dor abdominal. A respiração torna-se profunda e rápida porque o organismo tenta corrigir a acidez do sangue. A respiração da pessoa cheira a acetona. Se não se fizer nenhum tratamento, a cetoacidose diabética pode progredir e levar ao coma, por vezes em poucas horas.

Os pacientes que sofrem de diabetes tipo 1 podem mostrar os sintomas da cetoacidose, mesmo depois de iniciado o tratamento com insulina, se se esquecerem de uma injecção ou se tiverem uma infecção, um acidente ou uma doença grave. A diabetes tipo II pode não causar qualquer sintoma durante anos ou décadas. Quando a deficiência insulínica progride, os sintomas começam a manifestar-se. No princípio, o aumento da micção e da sede são moderados, embora piorem gradualmente com o decurso do tempo. A cetoacidose é uma afecção rara. Se a concentração de açúcar no sangue for muito elevada (superior a 1000 mg/dl), em geral devido ao stress provocado por uma infecção ou um medicamento, produz-se desidratação grave, confusão mental, sonolência, convulsões e uma afecção denominada coma hiperglicémico hiperosmolar não cetónico.

Complicações
À medida que a perturbação se desenvolve, as concentrações elevadas de açúcar no sangue lesam os vasos sanguíneos, os nervos e outras estruturas internas. Substâncias complexas derivadas do açúcar acumulam-se nas paredes dos pequenos vasos sanguíneos, provocando o seu espessamento e ruptura. Este aumento de espessura é a causa que faz com que os vasos sanguíneos forneçam cada vez menos sangue, sobretudo para a pele e para os nervos. Os valores de açúcar pouco controlados também tendem a aumentar as concentrações de substâncias gordas no sangue e, por conseguinte, verifica-se uma arteriosclerose acelerada (formação de placas nos vasos sanguíneos). A arteriosclerose é de duas a seis vezes mais frequente nos diabéticos do que nos não diabéticos e produz-se tanto nos homens como nas mulheres. A diminuição da circulação sanguínea, tanto pelos vasos grandes como pelos pequenos, pode provocar alterações fisiológicas no coração, cérebro, pernas, olhos, rins, nervos e pele, demorando também a cura das lesões.

Por todas estas razões, a diabetes implica o aparecimento de muitas complicações graves durante um tempo prolongado. Os ataques de coração e os acidentes vasculares cerebrais são muito frequentes. As lesões dos vasos sanguíneos do olho podem provocar a perda da visão (retinopatia diabética). A função dos rins altera-se e tem como resultado uma insuficiência renal que requer diálise. As lesões nervosas manifestam-se de várias maneiras. Se só um nervo funciona mal (mononeuropatia), aparece uma debilidade característica num braço ou numa perna. Se os nervos das mãos, das pernas e dos pés são lesados (polineuropatia diabética), pode aparecer uma sensação anómala em forma de formigueiro ou de dor ardente e fraqueza nos braços e nas pernas. As lesões dos nervos da pele predispõem para lesões repetidas porque a pessoa perde a sensibilidade para perceber as mudanças de pressão ou de temperatura. Um fraco afluxo de sangue à pele também provoca úlceras e faz com que todas as feridas sarem muito lentamente. As úlceras da pele podem tornar-se tão profundas e infectadas e ser tão difícil a sua cura que pode mesmo ser necessária a amputação de uma parte da perna.

Há indícios recentes que demonstram que as complicações da diabetes podem ser evitadas, demoradas ou atrasadas, mediante o controlo dos valores de açúcar no sangue. Existem também outros factores desconhecidos, incluindo os genéticos, que determinam o curso dos acontecimentos.

Diagnóstico
Estabelece-se o diagnóstico de diabetes quando uma pessoa tem valores anormalmente elevados de açúcar no sangue. Muitas vezes controlam-se os valores de açúcar no sangue durante um exame anual de rotina ou durante um exame clínico que se realize antes da integração num novo emprego ou da prática de desporto. Também podem efectuar-se análises para determinar a possível causa de sintomas, como aumento da sede, da micção ou da fome, ou se existirem factores de risco característicos, como antecedentes familiares de diabetes, obesidade, infecções frequentes ou qualquer outra complicação associada com a diabetes.

Para medir a concentração de açúcar no sangue obtém-se uma amostra de sangue do doente, que deverá estar em jejum pelo menos 8 horas antes do exame, podendo-se também obter depois de comer. É normal um certo grau de elevação dos valores do açúcar no sangue depois de comer, mas mesmo então os valores não deverão ser muito elevados. Nas pessoas com mais de 65 anos é melhor realizar o exame em jejum, dado que os idosos têm um maior aumento das concentrações de açúcar no sangue depois das refeições.

Há outro tipo de análise de sangue, chamado a prova de tolerância oral à glicose, que se realiza em certos casos, como quando se suspeita que uma mulher grávida tem diabetes gestacional. Nesta prova obtém-se uma amostra de sangue em jejum para medir o valor de açúcar e fornece-se ao doente uma solução especial para beber, a qual contém uma quantidade normalizada de glicose. Durante as 2 ou 3 horas seguintes colhem-se várias amostras de sangue.

Tratamento
O objectivo principal do tratamento da diabetes é manter os valores de açúcar no sangue dentro dos valores normais tanto quanto possível. Embora seja difícil manter valores completamente normais, deve-se tentar que estejam na medida do possível perto da normalidade, para que seja menor a probabilidade de complicações, quer sejam temporárias, quer a longo prazo. O principal problema ao tentar controlar rigorosamente os valores de açúcar no sangue é que se produza uma diminuição não desejada dos mesmos (hipoglicemia).

O tratamento da diabetes requer o controlo do peso, exercício e dieta. Em muitos casos de diabetes tipo 2, a administração de medicamentos não seria necessária se os doentes obesos perdessem peso e fizessem exercício com regularidade. Contudo, reduzir o peso e aumentar os exercícios é difícil para a maioria dos diabéticos. Por conseguinte, com frequência é necessário recorrer a uma terapia substitutiva ou então a uma medicação oral com hipoglicemiantes. O exercício favorece a descida directa das concentrações de açúcar no sangue e reduz a quantidade necessária de insulina.

A dieta é muito importante. Em geral, os diabéticos não devem comer demasiados alimentos doces e têm de regular as suas refeições com um programa uniforme. Contudo, comer um bocadinho antes de deitar ou durante a tarde evita por vezes a hipoglicemia nas pessoas que se injectam com uma insulina de acção intermédia de manhã ou à tarde. Dado que as pessoas com diabetes têm também tendência a apresentar valores altos de colesterol, os dietistas em geral recomendam limitar a ingestão de gorduras saturadas. Não obstante, o melhor modo de reduzir os valores do colesterol é controlar as concentrações de açúcar no sangue e o peso corporal.

Outra estratégia a seguir é fornecer ao diabético toda a informação que seja considerada necessária sobre a sua doença e que o pode ajudar a controlá-la. Todos os diabéticos devem saber como a dieta e os exercícios afectam os valores de açúcar no sangue e estar conscientes de como evitar as complicações, por exemplo, controlando as ulcerações da pele. Também devem ter especial cuidado em evitar as infecções dos pés. Para tal seria útil recorrer a um pedicuro para cortar as unhas dos pés. As inspecções oculares anuais são essenciais para controlar possíveis alterações dos vasos sanguíneos, as quais podem ocasionar cegueira (retinopatia diabética).

Em caso de lesões ou de aumento ou descida das concentrações de açúcar no sangue, os diabéticos deverão levar sempre consigo um cartão ou usar uma pulseira de alerta médico que identifique a doença. Se os profissionais de saúde souberem da existência de diabetes, podem iniciar rapidamente um tratamento que salve a vida do afectado.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...